Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

o lado negro da princesa

o lado negro da princesa

Madrugada

unnamed (11).jpg

 

E tu vais, a cama fica mais silenciosa, o sorriso esbate-se...

Melancolia em crescendo, o cheiro do corpo entranhou-se, o corpo estranhou-te.

Quero-te aqui, sei lá...

Um dos tormentos da ternura é o tempo que se passa com quem nos é terno: muito tempo é sufoco, mas a cada ausência afinal esse tempo foi pouco...

E as horas, que no momento até parecem compridas, afinal foram curtas.