Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

o lado negro da princesa

o lado negro da princesa

Eu e o meu desnorte

83440fa4d23ba175a43461a5f0876c0f.jpg

A regularidade com que tenho vindo cá diz muito do tempo que tenho tido livre.

E um cansaço acumulado que parece nunca cessar...

Tenho saudades das horas livres que tinha antes dele, mas ao mesmo tempo não lamento.

Tempo na cama é precioso.

Tempo no terreno é complicado, o relógio no pulso tornou-se um aliado importante no trabalho.

Demoro demasiado tempo a acordar e ando a demasiado tempo a permitir que me façam de tonta. Frustrações...

Sou uma mulher mediana que de vez em quando se agiganta perante as merdas que lhe vão acontecendo na vida. Aprendi a ser prática e a superar as tristezas arregaçando as mangas e planear o que há a fazer. Porque a vida não se coaduna com estados de espírito. Segue.

Disciplina. Regras. Organização. Parecem palavras frias mas ajudam a manter a ordem mental até ao ser mais dramático.

 

Nem tudo são dores. É só não ter medo de trilhar caminho rumo ás flores