Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

o lado negro da princesa

o lado negro da princesa

De tempos a tempos

2e5dce3f63343bc1f8fa2c38261b21c3.jpg

Vem a maré da melancolia que parece me engolir e nunca mais me devolver a ti.

Vem o choro, o barafustar, que no fundo é o novelo de todas as frustrações do dia a dia, que ficam escondidas...

Vem o teu ombro, o afagar dos teus dedos no meu cabelo, a tua voz tornada ainda mais doce ao meu ouvido...

Calma.

A maré agiganta-se, o choro descontrolado, doi tudo, a tanto tempo que doía...

E eu ignorava, não há-de ser nada, nunca é nada até transbordar tudo...

Para acabar aninhada nos teus braços.

A tanto tempo que precisava de um abraço como o teu e nem sabia.