Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

o lado negro da princesa

o lado negro da princesa

Eu e o meu desnorte

83440fa4d23ba175a43461a5f0876c0f.jpg

A regularidade com que tenho vindo cá diz muito do tempo que tenho tido livre.

E um cansaço acumulado que parece nunca cessar...

Tenho saudades das horas livres que tinha antes dele, mas ao mesmo tempo não lamento.

Tempo na cama é precioso.

Tempo no terreno é complicado, o relógio no pulso tornou-se um aliado importante no trabalho.

Demoro demasiado tempo a acordar e ando a demasiado tempo a permitir que me façam de tonta. Frustrações...

Sou uma mulher mediana que de vez em quando se agiganta perante as merdas que lhe vão acontecendo na vida. Aprendi a ser prática e a superar as tristezas arregaçando as mangas e planear o que há a fazer. Porque a vida não se coaduna com estados de espírito. Segue.

Disciplina. Regras. Organização. Parecem palavras frias mas ajudam a manter a ordem mental até ao ser mais dramático.

 

Nem tudo são dores. É só não ter medo de trilhar caminho rumo ás flores 

Sol de domingo

homem_montanha_a_vida_se_vai.jpg

Tenho saudades dele.

É uma saudade miudinha, que se instalou na mente e no peito e não mais saiu.

Ver as fotos e saber de cor onde tem a pele mais macia e mais massacrada pelos elementos, a textura do cabelo, as covinhas do sorriso...

E eu febril, preguiçosa e como se já não bastasse...choramingona.

Ele enche o espaço com as gargalhadas, que intercala com o sorriso dengoso, e aquele olhar de quem está a tramar alguma...

Está sol lá fora, mas querer mesmo queria o meu raio de sol de domingo aqui comigo.

 

Vão votar!

A bomba

tumblr_a946bbd043c9b42e05582c29276fbc70_0eb045c7_2

Não estava a espera.

Gravidez para mim era daqui a uns tempos, quando tirasse o aparelho....

Quando ele se sentisse preparado.

Quando não andássemos cansados...

Provavelmente quando o Universo finalmente reunisse condições para a minha barriga virar um forninho...eu já não estava com ele.

Começou com os mamilos escuros.

Depois as mudanças de humor.

Os pesadelos.

E eu sorria ao espelho..."na, o método contraceptivo é eficaz..."

Ultimamente foi o cansaço. 

E a frase da colega caiu-me como uma bomba no pensamento...

" Tudo em ti diz bebé".

Merda.

O teste está ali a espera.

Os nervos em franja...

O pobre do rapaz apavorado, e eu apavorada pelo risco de ficar sem ele numa altura que sempre sonhei ser mágica...

Mas não nego que secretamente até me sinto feliz.

A sensação geral é como estar meio mocada, meio alheada. E a azia...

Perdi apetite.

Ai, ai....

Cheira a campo e faz sonhar com mar

tumblr_mgbow832UV1s2xdjao1_500.jpg

Começou o confinamento, aliás, a tortura que vai ser ficar longe dele por tempo indeterminado...

Começaram as ideias mirabolantes para ir ter com ele...

Não é justo.

Ele cheira a campo, num abraço que reconforta a tremenda paixão que tenho por ele.

E aquele aroma tão próprio ficou-me nas narinas, a textura da pele nos dedos, o beijo de despedida que tanto temi ter que lhe dar...

Dei, sufocada pelo choro, pela revolta na garganta...

Tantas excecções patetas..

Nenhuma me permite ver o meu rapaz.

 

Anda..

Foto-tumblr-casal-ao-por-do-sol-com-look-de-festa-

Eu acho que estou gorda e ele diz que estou ótima.

Eu acho-me uma grande chata e ele desata a fazer cócegas.

Eu acho que não gosto assim tanto dele quando estamos longe. Mas mal chega sei que sinto exatamente o contrário.

Quando lhe digo que não consigo tem sempre maneira de me mostrar o contrário.

Quando acho que não me quer, vem todo sensualão e eu só me derreto...

Ele e o seu abraço que me aperta, o colo a que pertenço, o corpo onde me perco.

O homem por quem me apaixonei.

Ele é maravilhoso e não tem noção disso.

Ser forte? Pois..

original (13).jpg

É o frio que regela os ossos e o ânimo...

É o cansaço...

São as distâncias. Acho que qualquer estrada no inverno parece eterna...

É o sono mal dormido, ter pesadelos é o meu novo must. 

São as discussões por coisinhas, agigantadas ao fim do dia com tudo em cima. 

É o stress que nunca cessa...

É a pandemia e as restricções, a ansiedade que causa, já não se sabe muito bem como se viver...

É o medo de o perder. É o constante meter os pés pelas mãos e tropeçar nas minhas próprias tropelias. Estou perdidamente apaixonada. 

É a mão dele na minha. É o beijo e o peito que me afaga. São as gargalhadas. Quero finalmente encontrar paz interior para acabar com os demónios e seguirmos a vida.

Tornas tudo mais ligeiro, descomplicas com uma facilidade irrisória.

Tentar ser mais calma, mais ponderada.

É assustador sentir-me mais madura...

Why...

aa3c31af560b1b87c3209a8685ea3c29.jpg

Porque me custa tanto estar longe de ti?

Os dias tornam-se morosos, vagarosos, sem cor...

Tu aí, e eu aqui sem ti.

Falta o teu cheiro, e o calor do abraço que falta, do beijo que fala por nós.

Do tanto que há entre nós...

Distância incluída.

O coração arrefece, mas a mente não te esquece. 

É impossível.

Estás em todos os recantos onde já te beijei, onde te abracei, onde me perdi contigo...

Até este frio fica pior sem ti aqui.

Porque é que o meu mundo se tornou o nosso?

E sei exatamente o espaçamento dos teus dedos cruzados nos meus..

O teu destino cruzou o meu...

Mas tu não estás aqui...

Doí tudo sob o peso da saudade.

Mais do que a minha metade, és a melhor parte de mim.

Porquê?

 

 

Porque te amo.

Pág. 1/2